segunda-feira, janeiro 31, 2005

Black & Blue

composição6
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

10 ó Bafo, mais um

Estás vivo, paciência!...
ponto de isca lama som
Rute essência.


Malditas segundas feiras que são piores que um filme do Rombo, uma autêntica corno if e sina...

domingo, janeiro 30, 2005

Não perca

Não perca os próximos happy sódios de "A história de &", uma blogonovela em x-actos de cortar o cura, São!...

A história de & - parte 3

Herculano estacou subitamente maravilhado pela expressiva melodia que o cego, num canto do átrio da estação, arrancava de um velho violino, olhos cerrados, o rosto a roçar o seu corpo de madeira como se o beijasse...
(...)
Herculano havia sido, há mais de 20 anos como agora o era, um belo, imponente e poderoso Consórcio. Num daqueles dias conhecera Laurinda, uma pequena Sociedade por quotas. Apaixonaram-se. Amaram-se intensamente, crentes, cada um deles, ser um o destino do outro.
Herculano apresentou-a à família, aos amigos, à sociedade onde Laurinda sempre foi mal recebida.
Alvo de críticas e ferozes reprovações, Herculano não resistiu à pressão e abandonou Laurinda.
Grávida de Herculano e de alma falida, Laurinda refugiou-se num velho quiosque de venda de jornais, no vão da escada de um prédio decrépito. Aí viveu até ao nascimento de &, que logo abandonou à sua sorte naquele frio dia de Dezembro.
De Laurinda nada mais se soube até aos dias de hoje.
& foi recolhido pela velha porteira do prédio que o encontrou a chorar entre jornais velhos e o criou como se seu filho fosse...

sábado, janeiro 29, 2005

Poor Q E F in Dasse Mana!

mono
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

Poor Q E F in Dasse Mana, vamos pular de conte entes!

sexta-feira, janeiro 28, 2005

4 meses

Ela entrou no cônsul tório módico ossos tada. Nem sabia cio ó Obus Treta ou à Gina Ecologista.
Mandaram-na deitar-se na mirquesa. Fizeram-lhe uma oco ó grafia.
No fim deram-lhe a explicação.
A senhora tá grávida. Tem um beluga com 4 meses.
Infelizmente detectamos algumas mole formações.
Não quer considerar fazer um web horto?- disse a Gina Ecologista...

There must be an angel playing with...

composição4a
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

quinta-feira, janeiro 27, 2005

Obstinação

Deram-lhe uma lousa mal entrou para a escola.
Não quis saber de mais nada, a nada mais deu atenção.
Reprovou anos seguidos porque, determinado, cismou a nada mais dar atenção enquanto não acabasse de escrever "Os Lousíadas"...

quarta-feira, janeiro 26, 2005

Ó Núncio!

anúncio
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

terça-feira, janeiro 25, 2005

Dildo you have fun with it?

E pronto, lá vou ter de confessar que esta é a primeira vez que não quebro uma corrente.
Já me ameaçaram com as coisas mais hediondas, desde a 10graça total, o azar ózamores, que me caía a pila, que caíam os braços à estátuta da liberdade que ficariam parecida com a vénus de milo, que o george bush se transformaria numa mace a neta de porta que todo o mundo poderia apertar e torcer, enfim, de tudo já fui ameaçado por estas correntes.
Mas a ameaça de 100 Tino Lapas ganhar as eleições não deve ser encarada de forma tão leve e Ana.

Por isso aí vai,

1. HAVE YOU EVER USED TOYS OR OTHER THINGS DURING SEX? (Já Olga uma vez usou o Toy durante o sexo?)
Nunca. Só a minha consola. Adoro jogos de com puta, Dores! Além disso seria impensável ouvi-lo gritar "Chama o António" durante o acto, dasss.... Perguntem lá à namorada do gaijo.

2. WOULD YOU CONSIDER USING DILDOS OR OTHER SEXUAL TOYS IN THE FUTURE? (Cão sideraria usar o Toy ou outro cantor pimba pa se 7 is fazer sexualmente no futuro?)
Prejudicada pela resposta anterior.

3. WHAT IS YOUR KINKIEST FANTASY YOU HAVE YET TO REALIZE? (A Fanta faz-lhe azia?)
A Fanta não mas já o 7 up é uma 10graça.
Ok, Ok, eu respondo.
Qualquer gajo honesto dirá que a sua maior fantasia é ter uma que consola, uma "Pila Extension"... hein? num é pilaextension?.... Playstation? obrigado pela correcção....
(numa outra ó poor 2 nidade falar-lhes-ei da minha Fanta Azia ca gata do Dill_do_Ente).

4. WHO GAVE YOU THIS DILDO? (esta merda é francês?)
Eu recebi dois Dildos; um do Finúrias que vinha disse imolado num cagalhoum e um da Didas que mo embrulhou n1 ca7.

Agora Esso posto nomear 4 belugueiros.
Confesso que pensei logo no Humor Negro a ver se ele dava folga à pila dos Somalis e se distraía com o Dildo, mas parece que já lhe ofereceram um.

Assim, estou curioso por saber a posição dos cultores do segredo peranta tal ameaça e segue um para o Onan
Outro seguirá para a informaníaca que sempre lhe fará algum jeito
O terceiro vai para a recém-chegada pudin para lhe adoçar a receita
Finalmente, o último vai para o Zarolho. Sempre quero ver em que olho o mete....hihihihi

Have Fanta Azia.


Hot tem som, num é um cão!

macaco
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

Não, não é um cão caros beluguentos.
Mas seria, dasse erto, o cão did acto em que eu bute areia paprimeiro moon istro.
Haver dade é Quim Mita bem os outros e a gente pagava-lhe em Boone Annas.
No papar (bananas) é que está o ganho!...
Tamos fartos da cão som do Bom Dido, suas song sugas!
Uma caco ó poder!

segunda-feira, janeiro 24, 2005

Vida de com, era bom....

cão3
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

Hoje chaguei ó imprego neste estado.
Sabem o queque o boss me disse?
- Se me mijas na alcatifa 10 peço-te! Trombalha malandro!
Dass, que nem vida de senupe me dei chão ter!
Merditas sugue um das feiras!

domingo, janeiro 23, 2005

A história de & - parte 2


&, sabia-o agora, era diferente dos outros.
Sentia-se deslocado, desajustado e os outros nunca estabeleciam com ele uma relação profunda. Chocava-o a superficialidade e a leviandade com que o tratavam. Ninguém lhe conhecia o nome e mesmo assim usavam-no com evidentes propósitos comerciais.
Era, assim, um ser solitário e incompreendido. Não cabia sequer no alfabeto.
Órfão de pai e mãe, & procurava desesperadamente as suas raízes nos clássicos da literatura. A própria bíblia chegou a ser objecto de busca. Em vão.
Agora, adulto e esclarecido, sabia já o caminho a tomar...

sábado, janeiro 22, 2005

A história de & - parte 1

& vivia no título de um semanário de qualidade duvidosa.
O seu sonho era amealhar algum dinheiro para que pudesse, finalmente, pagar a operação que o transformaria definitivamente numa clave de sol.
Nesse dia seria feliz. Passaria a viver numa 100fonia e sentir-se-ia uma verdadeira filha da pauta...

sexta-feira, janeiro 21, 2005

Shiu.... I'm feelling blue...

mulherazul
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

quinta-feira, janeiro 20, 2005

Sim, topei-a...

A 100 topei-a entrou na 100 pataria.
- Quero umas 100 patilhas que tenho os pés numa 10graça.
100tou-se e experimentou 1000 pares mas nenhum a 100tisfez.
Apenas 1 par lhe agradou mas era demasiado caro e ela estava 100tusto.
10farçou dizendo que lhe estavam apertadadas e ela tinha pés 100síveis.
Acabou por sair 10calça, hu1000hada, 10amparada e a claudicar.
Alguém na rua perguntou a outro: viste aquela 100topei-a a mancar e com esgares de dor? A mancar assim bem lhe faziam jeito umas 1000etas.
- Sim, topei-a, disse o outro...

quarta-feira, janeiro 19, 2005

Do mole o menos

Do mole o menos, disse a ninfomaníaca...

segunda-feira, janeiro 17, 2005

CATA A ESTROFE

Esta é a tonta tíbia 10esperada de ganhar uma Monção ão Rosa no Prémio PORNAOKE 2005 espreme ouvido pela Didas, na categoria de filme de anima a São.
Não podíamos deixar de nos Conde e datarmos a tão boloroso prémio.

A cena passa-se entre dois namorados de raça canina, Amy e Moto.


Cata a Estrofe

Amy e Moto passeiam pela praia à procura de restos de comida deixados pelos ver Annie antes.
De repente...

Moto - Ai, tou com a tusa on, Amy!
Amy - Ui, meu Tufão de pêlos pulguento caté me fazes estrume ser!
Moto - Tusa on, Amy, tusa on, Amy!
Amy - Enterra-a Moto, enterra-a Moto! hummmmm, és tão bom a aMar, Moto! aiiiiiii, yes, fura cão, fura cão, fura cão! yes, yes, yes, hummmmmmmmmmmmmmm.....

Como habitualmente neste tipo de argumentos, depois de muitos Camels foram fool izes...


P.S. - Dasss, tou a ficar um sinhor. Até já sei meter linques nesta merda:)

Titãn Loops




A ESA (Urgência Especial Ir à Peida), em viou uma sonda para sou turno.
A coisa tava bem. Obtivemos excesso ás veer da deiras photos. As que mais ninguem viu.
A imagem é poor feitamente xplícita. O povo Tunguês já fica a saber onde os Lowranjitas gastaram as verbas.
Podiass ler:

"Olá ostra terrestre. sou Titãn flops e estou aqui para te sodar.
Ningué tem feito mais pelo sistema sem lar"

Os see entistas, reconheceram q era só Stones e metano.
Como o cartaz, não estava out orizado, uma segunda sonda será lançada da Estação Espacial Tuga, no Seixal, para o rock a lher. Aguardamos o 10 envolvimento.


(by Anne T. Culture, in Metano no Cu. Edson Low mitada)

domingo, janeiro 16, 2005

"As Guerras de Óleo Cream e a Mais Girona" ou porque nem só de postas vive um beluga ou porque alguns cume otários mar essem virar postas...

composição
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

As melhoras, Conde.
Beijos peido orais.
Lígia Email 13.01.05 - 11:14 pm #

--------------------------------------------------------------------------------

Tenho um beijo peido orado
Ca Lígia mo peide orou
É leve e tão delicado
Cu mamão que o pousou
Conde-Lírios Homepage 13.01.05 - 11:21 pm #

--------------------------------------------------------------------------------

Coisas boas, claro, Conde
é tudo o que te desejo
Por isso, tu sabes onde
Eu te pendurei o beijo
Lígia Email 13.01.05 - 11:50 pm #

--------------------------------------------------------------------------------

Aonde mo penduraste
fica só entre nós dois,
ali pousado na haste
para o saborear depois
Conde-Lírios Homepage 13.01.05 - 11:56 pm #

--------------------------------------------------------------------------------

Não o deixes esfriar,
que se constipa ao relento
e o Conde pra variar,
na cabeça não tem tento.
Lígia Email 14.01.05 - 12:14 am #

--------------------------------------------------------------------------------

Eu, tento, bem tento ter...
tento e tento, com esforço
grito, esbraçejo, retorço
Mas tu deitas-me a perder...
Conde-Lírios Homepage 14.01.05 - 12:20 am #

sábado, janeiro 15, 2005

Grito

grito
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

Vão-me dizer que nunca vos caiu um sabonete acabado de tirar da embalagem, duro como um tijolo, no dedo grande do pé quando estavam no chuveiro?
Como dizem os Amor & Canos... Shit happens!

sexta-feira, janeiro 14, 2005

Miau...

cão
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/


Só faltava aqui o senupe começar a dizer que é um cão muito miau...

By NU

Rei
© Anne T. Culture/JPC-C-L/http://in-cool-2-much.blogspot.com/

Vai nu, disseram, urrei by NU!...

quinta-feira, janeiro 13, 2005

Teste

código de barras


Fixe a imagem acima durante 10 anos sem desviar o olhar.
No final verá que o mundo será para si um lugar novo e aprazível onde viver.
Não tente decifrar o código de burras pois não é essa a finalidade do teste.

Ahahahahah gandas malaicos! Eu sei o que estão a pensar.

Este lembra-se "década" uma....

quarta-feira, janeiro 12, 2005

Bean Fícios

Inclinada para a frente, Vanessa pintava as unhas dos pés, coisa que até esse dia achara pirosa.
Mas andava triste e deprimida e decidiu, naquele dia, fazer algo diferente numa tentativa de lhe mudar o humor.
Fruto da sua posição dobrada e da feijoada da noite anterior, Vanessa ia soltando gases.
No final, aprovou o resultado e sentiu-se outra mulher.
Acabara de se render aos bean fícios da peide e cure...

Leste? Li, li...

Vieram-me parar às mãos uns folhetos de cordel.
Num deles, Gulliver naufragava e dava à costa em Liliput.
Num outro, António decidiu naufragar num bordel.
Bateu à porta. Atendeu-o a Lili (....)

terça-feira, janeiro 11, 2005

Ogénio



O Conde Ed x-cobriu-nos no vira ar da melena, ó seja 2000. Era o time do “Chato qss farta” cow nhecido por IRC. Era 1 Xarope in-tragável. As Feras e os Diluentes já comfor tino & zavam. Ele veio com ai, dei-as próprias. Criou uma marca. In duckou-nos. Era o Génio que cow nhe si no Puerto. “O”. N1 ma noite, c1 binámos feze her 1 beluga. E ele disse: “In-cool-2-much”. Genial!… E happy areceu.
Foi crus cendo. E é o qss vê.
Eva e sitado por bués. Tem fões. Marca pontos e bate nos Ricardos.
Da Lúcia, n1 se sabe. Do Dill, anda por aí, sabss lá a fezer o q….
Este é o tributo, a quem merece todos os louros! Quem? Aquele que mantém o barco no seu rumo, mesmo com o trombalho!
O Conde. Ogénio do nonsense phone ético. Aquele, pela mão do qual, me 100ti fool is por saber q é zistia. Porque nunca webandonou o beluga, nem aquilo em que hack r edita.
Conde. N1 te webandonei. Isto vai cone & tino ar.
Webraços.

Pula Atónito

Ela era uma crónica semanal.
Ele um editorial de um famoso jornal diário.
Ela apaixonou-se por ele e seguia-lhe os passos diariamente.
Ele piscava-lhe o olho ao domingo enquanto à semana se enrolava com outras notícias.
Um dia, ele adoeceu. Deixou de sair e de tudo se alheou. Isolou-se e deixou de querer saber o que se passava no mundo.
Mas ela todos os dias o procurava com os olhos nas páginas de um jornal onde esperava o seu regresso, mesmo sabendo que nunca o possuiria senão num piscar de olho... a cada domingo...

Ah! O Amor Pula Atónito...

frases complicadas

Ele era um verso elegante.
Ela, uma frase obesa.
Torturava-se por isso.
Passava horas no ginásio a tentar manter a alínea. Em vão.
Ele a tudo assistia, reticente...
Um dia ele disse-lhe: - querida, gosto de te ler assim... gosto de ter texto onde me agarrar.
Ela pôs um ponto final naquilo.
Foram fool ises...

segunda-feira, janeiro 10, 2005

Beta

Elisabete defecava letras.
Era anal...
f
f
f
f
a
a
a
a
a
a
a
Beta!...

Sugue Um...

Sugue 1 da Feira!....
Buac, ca nojo.....

sábado, janeiro 08, 2005

Cose a 9a

Tal como Eleutério, Ado era um "bombo uivante". Rico e bem parecido, Ado era um mulherengo incorrigível, um D. Juan, um autêntico Cose a 9a...
Atacava tudo o que tivesse pernas; com ele nem as cadeiras estavam seguras.
Vivia para a conquista mas, consumado o acto, logo se 10interessava delas.
Mas sempre, sempre, ordenava à sua secretária que enviasse em seu nome à pobre conquistada, um livro de poemas de sua autoria (bem foleiros, por sinal), uma edição pessoal ricamente encadernada e impresso em folhas de ouro. Era o marco das suas conquistas. Era caso para dizer que, sendo o livro uma merda, valia o seu peso em ouro...
Naquela noite, aprestava-se Ado para consumar o acto com a recente conquista que por sinal se chamava Ada, quando pela primeira vez na vida o seu corpo não deu acordo de si e se recusou a obedecer-lhe.
Impotente, Ado nem sequer procurou desculpas para tal e fugiu a 7upês abandonando a 10 cônsul Ada rapariga...
Mesmo assim ordenou à secretária que lhe fosse entregar o livro de poemas, prova da sua gratidão e marco da sua conquista.
Porém, a secretária recusou-se...
- Não, não e não!...
- Vá, já lhe disse, entregue lá o book à rapariga! ordenava Ado
- Não, não, e não! insistia a secretária na sua recusa.
- Vá, diga-me onde está o book que eu vou pessoalmente entregá-lo! insistia Ado
- Não, não e não! Não digo!
- Merda, onde está o book? Porra pá merda! diga-me lá onde está o book! gritava Ado furibundo.
Ao que a secretária respondeu encerrando a questão:
- Guardado está o book, Ado, para quem o Ado comer...

sexta-feira, janeiro 07, 2005

cientusto

Ele era um cientista afamado.
Americano de origem, emigrou para Portugal e ficou cientUSA.
Já a mulher, coitada, era uma cientesta.
Levou-o à ruína.
Ficou cientosta...

quinta-feira, janeiro 06, 2005

Pequena posta cool-in-ária a pedido do Humor Negro

Caiu-me na frigideira
Uma @(arromba) ostra-torre-este,
Qué a órigem - bordadeira -
Da já famosa é-mole ET...

Traz um hot-look expresso
E attaches de sol pique on...
Deve hack on panhar com pom!
É isso queu 100pre peço...

O preço? uma vaga tela...
1 neuro e + 1 tostão
É o preço de tabela...
+ 1 browser ao patrão:)

quarta-feira, janeiro 05, 2005

Patifaria

Era o dia 1 de Abril. Para uns o dia dás-me em tiras, para outros o dia 12 em ganes.
Lá no escritório, Faria abria a correspondência. Esperava um tolo fonema importante.
De cada vez que o tolo fone tocava, Arsénio precipitava-se para o atender.
- É pa ti, Faria! dizia Arsénio,
Mas não era; era engano!
E de cada vez, Nela ria a bandeiras 10pregadas.
Trrrimmmm! tocava o tolo fone.
É pa mim?, perguntava o Faria.
Não, é pa Nela...
Mas não era. Era engano...
Mesmo assim Nela ria come uma 10 almada...
Trimmmmmm!
- É pa ti, Faria! dizia Arsénio,
Mas não era; era engano!
A cena repetiu-se durante todo o dia, com Arsénio a dizer: - É pa ti, Faria! É pa ti, Faria! É pa ti, Faria.
Mas não era; era engano...
Já perto da hora da saída, o tolo fone tocou:
Arsénio correu a atender.
- Boa tarde, desejava falar com o Sr. Faria. É um assunto muito importante, disse a voz do lado de lá.
Faria perguntou: - É pa mim?
Arsénio, sem articular uma palavra, pousou o auscultador:
- Não, Faria, era engano...

terça-feira, janeiro 04, 2005

Happy teceu-me dzzz her isto...



Fui ó her Mário da Madrinha e happyteceu-me gamarllle uma foto. Ela que ma per dói. Não é web & tual neste beluga, onde se faz tudo.
Como é x-tórico, este beluga viveu de web ater no Se Tentas , Limpo-te. Embatemos no Ricardo nessa noite. A noite da queda. Foi a noite de La Rebola You, Son……Hã?fim…
Mas ó bussser vemos o Outdoor (nada tem a ver com o Paul Doors, que já está out) reco, usado pelo PSDido, pro que o Tio Ónibal, n1 coeur ia figurar nos 5 Monganíficos.
O do centro, se ainda cá estivesse, não toria deixado o que tá à direita, no corte às, fazer nem as Murchas de Lisboa.
O Sr. da esqª o Tio Bolsa À Mão, é mais caras e roubistas. É Impresa you nante. Pool & tícamente, quando ele rulou eu era babe…
O Animal CaVaca, Silveeer, come içou bem, mas coiso…
O Durão, Borrou-se, trocou o sítio dele por um x-cretório com vista pa Bruxelas, onde a chuva e o mau tempo moram. Bem hajas, mééé nhoso.
Só sobra o seboso que acha que 10governar 1 poi-ís, é um jogo de PSDois. Ele nem sabe como grove nar a vidita dele….Como o bicho vai aos Estoinos(vulgo eStones), mais não digo ou é inda parto o mano Heitor à minha frente.
Já mel & viei dos gases.....Kiss a liche!

Esta seria a nossa Pro, posta....



PS:D, também podia ser "Onde está o Wóleo?"

Ssssss, Aim Bored…

De Ssssss Bore a pouco e de Ssssss Bore toda!
De Ssssss Bore amanhar-me e de Ssssss Bore vender o peixe!
De Ssssss Bore por portas e travessas e de Ssssss Bore das linhas com que me coso!
De Ssssss Bore a potes e de Ssssss Bore de cor e salteado!
De Ssssss Bore do ofício e de Ssssss Bore mexer os cordelinhos!
De Ssssss Bore na ponta da língua e de Ssssss Bore viver!
Ssssss Bore que mais? Arroz com pardais!

Sssssssss Bora Bora…

Só Hood e Ben Star

Hack ter cuidado com a só Hood. Evita-r xxx-cessos na hell&mentação. O cool Easter óleo, pó de subir e a Dea Betty, Tom Ben. F mar o mée nímo pussy vél, ó dei xar co má Madrinha. Boo beer late cão Tó radas ao pequeno hillmoço. Happy anhar ar frasco e cow mer soul adas (com 2-much e all face).
N1 S tressar e mono ter-se call mo.
Em ralação ao seco-se, pó dass cumete-lo, desde que seja com o poor ceiro web & tual.
Door mir Ben e N1 asco cer:

"Dia tar see do & sea do Rguer, dass a hood e faz crus cer"

By Anne T. Culture in Dear àrio dass a Hood
Ed & Ted, Ode & Tiros

segunda-feira, janeiro 03, 2005

Will Eu Tério


Não, Will Eu Tério não nasceu em verse o doiro.
Talco muge Zus, Eleutério nasceu num isto há bulo.
Além de pobre transportava 10 do berço várias de eficiências físicas e nada devia à inteligência.
Era feio que fazia doer e as mulheres fugiam dele como Hood & Abbo da cruz.
Couve e vi com ele nos tempos diz cola mas depois perdi-lhe o rasto.
Mais de 30 anos bule vidos encontrei-o ovo lante d1 Róis Rói-se rodeado de mulheres a fume arco banos.
Gordo, o seu ar próspero de bombo uivante não deixava margem para dúvidas.
Em Rick Cera quase de um dia para o outro.
A explicação deu-ma depois.
Passara 30 anos sem tomar banho e sem mudar de peúgas.
Era agora o maior socks simbol do globo, com carradas de socks appeal...

domingo, janeiro 02, 2005

2000 *hic* 5....


© Anne T. Culture/ JC /http://in-cool-2-much.blogspot.com/

Sornento muito imperfeito

Maizum ano findou, outro cume Eça
Cume cio um lanho fundo houvessemos rãs gado
Nunca lendário quim bem tamos à pressa
Com folhas que loridas d1 e doutro lado

Mas o ano é o mesmo 100 o ser
1 dia atrás do outro enfile eirado
E a ilusão de termos 100 o ter
O tempo no mamão bem agarrado

Com a outra ass unamos, 10 pedimos
1 ano que foice ó hood ia de ontem
Com gritos e risadas guturais

100 sabermos quem somos, de onde vimos
Cuidando que as verde hades nunos cortem
Ei-los hão 10 tes erros nato orais...

Anne T. Culture, in "Sornentos mais que imperfeitos"